26 de novembro de 2016

12 dicas de como ser pobre com categoria e ainda preservar o meio ambiente


Este nosso blog é o mais antigo de todos (temos 4; 2 sites e uma pg. oficial no facebook). 

Final deste ano completaremos 3 anos de existência (Dez. 2017), além de mais antigo ele também é o mais visitado; isso ocorre pela indexação no google - é o que mais tem artigos indexados - no entanto, ultimamente decidimos nos voltar para o Diário de Conteúdo Jurídico criamos até uma página no facebook, com o mesmo nome, para divulgar suas postagens e as postagens de outros blogs da marca que tenha alguma relação com o Direito. 

Em 7 meses de existência conseguimos mais de 1.300 seguidores; por esse feito nós o elevamos a categoria de principal Blog! 

Entretanto, volta e meia retornamos aqui para falar, dissertar ou divagar sobre assuntos triviais, do dia-a-dia, do cotidiano; algo leve, gracioso e às vezes jocoso - mas sempre relacionado a realidade da vida (inclusive da minha)!

Desta feita falaremos acerca da pobreza familiar - disso entendo bem e posso até dar conselhos!  

VAMOS LÁ?

A socialite Val Marchiori (que um dia foi Valdirene - nome de pobre, segundo ela), sempre se dirige as moças pobres como "pobrinhas" - se ela me visse antigamente diria que eu era "bem pobrinha".  Hoje essa senhora é "socialite", eu, infelizmente subi apenas um degrau - não sou mais "pobrinha", sou APENAS POBRE, mas ainda assim tenho "Know how" para dar dicas valiosas de como ser pobre com categoria e ainda preservar o meio ambiente!

DICAS:
Resultado de imagem para tapwer de lata de sorvete
por coisasdevó

Resultado de imagem para tapwer de lata de sorvete
Por coisasdevó pinterest
1 - sempre que comprar sorvete de vasilha de plástico, seja ela de qual tamanho for, REUTILIZE, faça de conta que é uma TAPWER (pois dura muito e evita que vire lixo antes de estar suficientemente velha para isso - o meio ambiente agradece -  com criatividade poderá transformá-la em uma bela peça...rsrsrs);

2 - caixotes de madeira, caixas grandes de papelão, tudo isso deve ser reutilizado para alguma coisa - eu mesma já tive uma mesinha de caixa de fogão (só deve ter cuidado para não pegar fogo - utilize longe do próprio fogão);

3 - sacolas de supermercado, essas "descartáveis", servem para usar como sacolas de lixo - mas isso todo mundo já sabe, pois, infelizmente, a maioria dos Estados e Municípios do Brasil ainda não adotou (prá valer) a reciclagem e o descarte apropriado. Parcela significante dos países na Europa já obriga (HÁ MUITOS ANOS), a pessoa a levar sua própria sacola para o supermercado ou terá que comprar uma na loja, bem mais cara, só para evitar excesso delas no mundo - infelizmente, só agora o Brasil começa a fazer isso;

4 - economia de água: não fazer é uma coisa abominável!  Na frente da casa de minha mãe, em Cuiabá, tem um Sr. que lava sua moto durante uma hora ou mais com a mangueira ligada..., o ignorante já disse que ele é quem paga, assim faz o que bem quer!!! Ledo engano - a água é de todos, economizar faz diferença no bolso de quem paga mas também faz diferença no mundo; todavia se você é "pobrinha"(o) não deve fazer isso por esses dois motivos. Um exemplo de economia: quando vivia em Portugal havia uma senhora portuguesa que fazia limpeza na pensão onde estava hospedada e era à seco, ela só jogava água quando ia lavar o box do banheiro por dentro porque ele era usado por muitas meninas. Vi aquilo e pensei: "ISSO É EFICIENTE E RESOLVE", nunca ninguém ficou doente!  Então a dica desse iten é: façam limpeza à seco; mesmo não sendo mais "pobrinha" e vivendo no Brasil (que tem mais água que lá), na maioria dos dias faço esse tipo de limpeza em casa.  Passe álcool ou mesmo água sanitária no vaso e na pia do banheiro; no chão passe um pano molhado com produtos de limpeza que combata micróbios - se puder e o dinheiro der, deixe sempre um litro de álcool gel dentro do banheiro, assim utilizará menos água para lavar as mãos e para implementar a lavagem passe o álcool.  Casa de pobre sempre tem poeira, depois de limpá-la, com pouca água, passe um pano úmido nos móveis e já está tudo ok...., na mesa da cozinha, dependendo do tipo, é aconselhável álcool.  Só não deixem de tomar banho pois ainda somos considerados o povo mais limpinho e cheiroso do mundo - limpeza à seco do corpo não funciona!   rsrsrsr...mesmo assim tomem rápido!

5 - economizem energia - nesse caso o bolso é o que mais agradece. Tirar tomadas das paredes funciona, pois, se elas estiverem lá, mesmo que você esteja em casa, gastará (estará em modo stand by); mas, quando for viajar é essencial retirar todos os objetos elétricos das paredes - isso evita acidentes - eu desligo a chave central nas viagens - fico mais tranquila e estarei segura de que não consumirei nada enquanto estiver fora!  - Mas será que gente "pobrinha" viaja?  Pobre eu sei que sim - pois eu sou e às vezes viajo!

6 - nunca jogue comida fora!  Além de ser "desumano" é desnecessário.  Muita coisa da para fazer com as sobras e quando souber que vai sobrar muito congele se der para congelar..., só evite fazer muito, pois comida de muitos dias perde parte dos nutrientes. Hoje sempre cozinho para dois dias....já houve ocasiões em que fiz demais e tive que "reciclar" ....(do arroz dá para fazer bolinho de arroz, da salada cozida da para fazer sopa, do frango assado dá para desfiar e fazer alguma coisa..., mas detesto frango velho, tem uma murrinha dos diabos..., MELHOR NÃO), quando for comer frango convide os vizinhos - gente "pobrinha" tem uma imensidão de vizinho "pobrinho" igual; não levem a mal o que digo, isso são apenas dicas de quem já foi super "pobrinha"  e hoje evolui para "pobre");

7 - aprendam a reciclar ou customizar roupas e sapatos - isso está super na moda...., se no final das contas não souber ou não puder customizar compre, venda ou troque nos brechós ou grupos de brechós do facebook. Comprar roupa nova, pelo menos no meu tempo de "pobrinha", era a "hora da morte", felizmente as coisas vem evoluindo e hoje o "pobrinho" já não é o mesmo de antes - quando passei por essa fase houve um momento que as roupas de frio de 14 anos eram as mesmas de quando tinha 8 - elas só vinham até meu cotovelo; tinha que andar feito uma pessoa deficiente dos braços - encolhia o mais que podia para chegar até o punho...no final do dia sentia, além do frio, muitas dores; pensem numa pessoa POBRINHA, essa pessoa era eu!

8 - Coloque água no Shampoo para durar mais....essa acabei de receber de uma amiga!  rsrsr

9 - Colocar prego embaixo do chinelo havaiana quando arrebentar as correias - FIZ MUITO ISSO, na verdade minha mãe é quem fez para mim, eu não tinha essa tecnologia! Mas, atenção com os pregos ou vacine antes contra tétano, é de graça nos postos de saúde. Fazer isso, de colocar prego, até funciona, no entanto não creio que o "pobrinho" de hoje necessite - os "pobrinhos" de hoje não são como os de antigamente!

10 - Se você mora em Cuiabá, Palmas ou Teresina pode até economizar com gaz - às vezes, está tão quente que dá para cozinhar no asfalto da rua......isso se a sua rua tiver asfalto, claro.....se não tiver ou se tiver e o movimento de carro for grande ficará inviável!  Portanto, economizar com o gaz, a melhor dica segue sendo cozinhar quantidades para 2 dias.  Enjoa?  Enjoa sim, mas se quer economizar e precisa economizar é isso ou nada!

11 - Criança de pobre vive querendo picolé que é o máximo que conhece de gostoso.....a dica é: faça forminhas de gelo com sabores..., para isso compre aqueles suquinhos bem baratos que tem nos atacadão da vida e elabore com criatividade - se é que precisa!   Eu elaborava os meus.  Subia no pé de goiaba lá de casa, pegava as goiabas que podia, batia no liquidificador com leite misturado com água (para render), ou água pura e fazia os meus geladinhos deliciosos!  Essa foi a infância feliz de uma menina "pobrinha"!....nossa mãe trabalhava, sendo assim não lhe sobrava tempo para não elaborar picolés......pensa em uma criança que "trabalhou" para sobreviver - mesmo assim nunca fui para as ruas pedir ou roubar, tampouco denunciei meus pais por nos deixar sozinhos enquanto trabalhavam; amo-os demais!

12 - casa de gente pobre, com muita criança, como era a minha, geralmente perde copo e até prato de vidro.....a dica é: reutilize os copos de massa de tomate e até as latinhas servirão de copo - isso também ajuda a preservar o meio ambiente - pobreza com consciência é para poucos, sinta-se feliz se puder fazer isso! 
Resultado de imagem para copos de vidro reutilizados
para reciclar com arte
Assim termino, entretanto existem dezenas de dicas que poderia dar de como ser pobre, feliz e ainda preservar o meio ambiente! Espero que tenham gostado!

Até a próxima!

Por Elane F. de Souza (Autora deste blog...proibida cópia sem citar autoria).


Postar um comentário