14 de fevereiro de 2017

Sem limites!

Tema do filme americano (original do inglês Limitless), Sem Limites retrata uma questão que bem poderia ser real caso uma droga igual a do longa metragem viesse a ser elaborada (e nem precisaria estar à venda).

Não é um filme apaixonante, muito menos envolvente; na verdade demorei 3 dias para conseguir vê-lo por completo (geralmente quando tenho muito o que fazer assisto filmes assim - aos "pedaços")

Apesar disso não deixa de ser interessante; inclusive, muitos no youtube o consideraram excepcional, fantástico; já eu, na verdade o considero de "utilidade pública"!

- Mas, por que de utilidade pública?

- Porque, todo e qualquer assunto que envolva droga deve ser discutido e repetido as vezes que forem necessárias, mesmo que essa droga não cause, a curto prazo, efeitos devastadores - pelo contrário, traga benefícios extremos como foram os do filme; no entanto, como toda e qualquer droga seus efeitos mais tardios serão devastadores e na maioria das vezes sem volta.  É por isso que o referido assunto não deve ser esquecido.  

Quando se tratar de um filme melhor ainda pois o que se verá na tela serão os "retratos", quase fiéis, das pessoas que se tornaram dependentes.  

Quem não se lembra do premiado papel que a Brasileira Grazi Massafera fez em "Verdades Secretas" onde interpretava a modelo Larissa que, na metade da série, se torna viciada no Crack?   Pois é, quem olha para ela na série, antes das drogas, nunca imaginaria a Larissa depois, já com o "crack no corpo"!  
Na maioria das vezes o crack já causa dependência no primeiro uso
reprodução TV Globo (do site saude.ig)
Mas isso é apenas faz de conta de um filme, uma série, uma novela, sei lá!   Então tá, experimente fazer o que fizeram os personagens Larissa (Grazi) e Eddie Morra (Bradley Cooper, do Sem Limites) e veja no que se transformará sua vida!?  Nunca mais serás o mesmo; se não morrer pela droga e/ou pela depressão morrerás por alguma enfermidade que surgirá em decorrência do uso delas!

Não pretendo ser uma estraga prazer contando o filme  -  apenas vim recomendá-lo como sendo algo de grande importância para a sociedade!  Nunca se esqueçam: tudo que é bom demais alguma coisa de ruim há por detrás - assim é com comida, assim é com tudo!   

Uma droga "estupenda" como a do filme não seria diferente - basta ver o que acontece com os personagens.



CURIOSIDADE: Você sabia que os piores alimentos industrializados são os mais viciantes e portanto, gostosos?  Por isso o ditado: "tudo que é bom é ruim - bom para a boca, ruim para o corpo"!  Engordam, provocam diabetes, entopem veias, etc

Ex.: Sorvete, refrigerante, batata frita de saquinho e a normal da panela, cachorro quente, pizza, embutidos em geral, açúcar, bolacha recheada; isso sem falar no cigarro e na maconha, etc).

Por Elane F. de Souza (Advogada, Autora e Administradora deste blog)...o filme é do canal do youtube Igor Ferreira

*Quem não conseguir ver o filme pelo youtube diga que envio por email (se der certo)
Postar um comentário