22 de janeiro de 2017

Quando ser esposa é pior que ser amante

O título desse texto não é uma pergunta, é uma "afirmação" baseada na visão que tenho acerca de certas mulheres que estão casadas no papel (e apenas no papel). 

Mulheres que vivem suas vidas baseadas na companhia masculina e por mais que sofram com a infidelidade e grosseria (física e emocional) praticadas pelo marido não os deixam; muito pelo contrário, quando tomam conhecimento de que o esposo está com alguma amante fixa ou passageira fazem de tudo para saber o paradeiro da "sócia" e dar-lhe uma "sova" ou expô-la ao ridículo não sabendo que, no final das contas, as ridículas também serão elas (ridículas, mal vestidas, mal amadas e, acima de tudo "amélias de seus senhores", afinal quem ganha atenção, carinho, presentes  e palavras bonitas são as amantes - as esposas são as mães e na maioria das vezes, domésticas não remuneradas).

Na minha humilde opinião, quando um homem fizer isso com sua esposa está na hora dela reagir colocando-o para fora de casa e fora de sua vida!  Ir atrás da amante torturá-la e expô-la ao ridículo como se fosse esta quem lhe devesse fidelidade é indecente - é mais feio para si que para ela! Demonstra fraqueza, é a típica atitude de "corna mansa"; tipo de mulher que sempre acha que as outras é que são as erradas, as putas, as vadias (coloca a classe feminina numa vala só) - o homem é o machão gostoso que pode tudo, inclusive por-lhe um par de chifres que está tudo bem.  Sempre será perdoado.

Mulher exibiu amante do marido nua em Cubatão. SP (Foto: Reprodução/G1)
Foto de uma esposa traída conduzindo pelas ruas uma amante nua (foto reprodução G1 SP) 

No início, na criação desse nosso blog ele tinha outro nome; chamava-se "falando o que pensa"; por razões mais profissionais do que de gosto pessoal decidimos nomeá-lo "Cotidiano e o Direito" e assim ficou até o momento; no entanto, seguimos numa linha de "falar o que pensa" à respeito dos temas que escolhemos discorrer - todo mundo que tem um Blog pessoal faz isso; lê e segue quem quer, ninguém é obrigado - se, por alguma razão, alguém se sentir ofendido com algum assunto que tome as providências que achar necessárias (isso serve para ser feito contra mim ou contra quaisquer outros que escrevem - "quem fala o que quer ouve o que não quer e pode até ser processado por isso"!)

Portanto, se a carapuça lhe serviu e acha que tem algum direito de calar-me, vá a justiça e faça com que ela se pronuncie - certeza que será mais um chute em pedra do que em direção ao gol; mesmo assim, boa sorte na busca pelos direitos de ser corna e mansa ao mesmo tempo!  

Esposa cortou cabelo da mulher antes de levá-la para rua (Foto: G1)
Esposa traída cortando cabelo de amante (por G1 SP)
As fotos acima expressam bem o título desse texto. "Esposas" assim fariam bem qualquer outro papel - menos o de esposa, mãe e mulher de bem.  Para o marido infiel nem temos adjetivos para qualificá-lo; é simplesmente um "desqualificado" masculino (sem mais delongas)!

Autoria e comentários: Elane Ferreira de Souza (Advogada, Adm. e autora deste blog)

Fotos por: G1 SP  jan.2017

Postar um comentário