3 de novembro de 2016

"Bandido bom é bandido morto", SERÁ?

(atualizado 26-05-2017 por Elane Souza)
Nos últimos dias tenho lido várias reportagens afirmando que a população brasileira, 57% dela, aceita a frase, tema deste artigo, como sendo algo ideal a ser aplicado.

A constatação do percentual de pessoas, no Brasil, que aceita e defende tal afirmação vem do 10º Anuário de Segurança Pública que foi divulgado oficialmente em 03 de novembro 2016 (data da primeira publicação deste artigo).  

A mesma frase foi utilizada numa pesquisa do ano de 2015 e o que se verificou foi um aumento de 7% em relação ao de 2016 dos que aceitam a frase "bandido bom é bandido morto" como aplicável e ideal.

*MATERIAL COMPLETO PARA EXAME DA ORDEM
*PREPARATÓRIO PARA CONCURSO TJ-MG 2017 AQUI

A diferença de percentual que há é entre mulheres e homens, jovens e adultos e famílias com renda superior a dez salários ou inferior. 

No entanto, o mais relevante a ressaltar é o aumento do percentual de pessoas com renda superior a dez salários mínimos que concordam com a frase; nestes casos, ele chega a 72% dos que vivem nessas condições e foram inquiridos.  Ou seja, quanto mais rica a pessoa for mais ela quer ver bandido sendo morto!

Resultado de imagem para bandido bom é bandido morto charge
Charge do humor político - criminoso prestes a ser linchado pela sociedade
Mas, que tipo de bandido seria esse que eles querem mortos?

Antes de questionar isso citarei alguns dos noticiários online que tive oportunidade de ler sobre o assunto em questão.

Veja abaixo fontes dos percentuais relatados e dos não relatados, todavia existentes.

G1 São Paulo

IstoÉ.com

noticias.uol

Diário de Pernambuco

1.folha.uol

As perguntas são: quantos sobrariam neste país se a frase fosse, efetivamente, aplicada?  - Ou, será que teríamos que fazer uma triagem para analisar qual tipo de bandidagem se encaixaria no que diz a frase tema desse texto?  

Bandido não é tudo igual? 

AHHH, NÃO, "PERA"!!!  Bandido ruim é o filho, o pai, a mãe, o neto, o marido dos outros....os nossos não se encaixam nessa polêmica frase!

Ou será que a coisa funcionaria por tipo de crime?  

Estuprador, assassino, pedófilo, "latrocida", traficante, esses podem morrer......., já corrupto, estelionatário, furtador, e toda a laia de criminosos de "colarinho branco" seguiriam vivos?   É isso que a frase deixa a entender...será???   

Parece que sim pois, a quantidade de pessoas da "classe superior"($$) que aceitou a frase como justa, ideal, foi bem maior entre os questionados.

Interessante pois, os bandidos de "maior potencial ofensivo", no meu entender, seriam os corruptos e os de colarinho branco (gente que vive em "berço esplêndido" às custas do dinheiro do povo). Estes são os responsáveis por centenas de mortes por dia nos hospitais e nas filas deles, nos bairros e centros pela falta de segurança e até por inexistência de saneamento básico.  Não fosse a corrupção que praticam os recursos seriam devidamente investidos e teríamos muito menos violência e mortes no dia-a-dia do Brasileiro.

*Perícia Contábil no Judiciário e fora dele - veja mais aqui!

Assim, se continuarmos com essa ideia fixa de que "bandido bom é bandido morto" e adotarmos isso legalmente, digo - "ilegalmente" (por meio da justiça com as próprias mãos), chegará um momento que não sobrará muita gente, isso se formos "corretos na aplicação da pena*" matando todos os que forem bandidos de verdade - afinal, grande parcela da população tem a "ficha suja" (pois praticam "jeitinho brasileiro", calotes, sonegação de impostos,etc; e mesmo assim se acham honestos para atirar pedras nos demais)!  

Portanto, se você é favorável a pena de morte para criminosos fique atento pois, de nada adianta parecer honesto e, bem lá no "fundo do ser", desejar a morte do semelhante ou até praticá-la quando acreditar que está fazendo justiça - imagine ser confundido com um "serial killer" ou um pedófilo e encontrar pela frente, gente que, como você, seja favorável à pena de morte?  

Já ouve casos assim e a pessoa, SEQUER, teve tempo de dizer que não era ela - mesmo que dissesse os criminosos que supunham estar fazendo justiça com as próprias mãos não dariam ouvido e a vítima morreria, da mesma forma brutal que morreu - ser empático já é um bom começo - pense nisso!

OBS.:*(o asterísco é uma ironia usada no texto) Sou absolutamente contra a pena de morte e a justiça com as próprias mãos.  Para mim a vida nunca deve ser tirada por outro ser humano, seja pelo que for, independentemente do que a pessoa tenha feito ela merece ser julgada e condenada pelas leis do país - e nunca com pena de morte!

Acredito, confio e espero uma justiça justa e digna para vermos qualquer tipo de criminoso, julgado legalmente e preso, pagando pelo que fez, jamais morto!   

*EDITORA AUDIOJUS - PACOTE PARA CONCURSOS COM DURAÇÃO DE 5 ANOS (ATUALIZAÇÕES CONSTANTES)

Por Elane F. de Souza (Advogada e Autora deste Blog) Ao copiar ou divulgar cite a fonte






Postar um comentário