23 de junho de 2016

Pelo fim das imagens impactantes nas redes sociais!

Não serei hipócrita em afirmar que detesto redes sociais, afinal, quem vier a me procurar um pouco certamente me encontrará em pelo menos duas delas: estou no facebook e no Google mais (G+)

O fato é que nem sempre os assuntos que "pulam" nas nossas "timelines" são do nosso agrado.  Muitos dirão que é só deixar de curtir a página ou deixar de seguir a pessoa: estão certos os que pensarem assim só que se fizesse isso com todos os que, volta e meia, publicam imagens impactantes ou notícias que não me interessam eu ficaria com ela vazia demais!   

Mas de que adianta ser "amiga" de uma pessoa numa rede social e impedir que suas publicações apareçam em nossa página?  Melhor deixar de ser amiga dela na rede bloqueando-a de vez - confesso que até já fiz isso com alguns(as), mas não fico feliz!  No entanto, penso que se o assunto que interessa a elas é importante ao ponto de compartilhar com todos mas não interessam a mim, nós não temos muito em comum para continuar "amigos na rede"! 

Já no caso dos sites e blogs que só publicam coisas desinteressantes o jeito é ir lá na página e deixar de curtir - se hoje recebemos atualizações deles é porque um dia curtimos, naquele momento se acreditava que futuramente haveria mais coisas que pudessem ser curtidas - se não está havendo o melhor é "descurtir"!

Nesse sentido, a rede social que mais me chateia com imagens e notas bizarras é o Facebook.  Infelizmente elas sempre vêm das pessoas que você mais gosta na vida real - o que fazer?  Deixar de seguí-las seria uma "ofensa" (no íntimo penso assim, pois, se soubesse que um amigo meu na rede e na vida real, que mais gosto, deixou de me seguir pelos meus assuntos, também ficaria ofendida - no mínimo magoada). O melhor a fazer então é ignorar a imagem e a mensagem que ela traz?  A mensagem é fácil, é só não ler - mas e a imagem, que às vezes toma conta da tela?  

Afff, difícil né?!   Dizer para a pessoa que a imagem é chocante e muitas vezes triste só de olhar também ofende a alguns "espíritos de porco" que se acham os bons samaritanos da internet,  mas na verdade só "buscam curtidas e AMÉNS"  - améns esses que não levam a criatura sofredora da foto, da imagem publicada, a lugar nenhum! Essas pessoas deveriam partir para a boa ação de fato - ficar publicando fotos de criança doente, animal torturado e até morto ou idoso maltratado, não fará com que esses seres se recuperem, nem darão a eles mais conforto físico - no máximo, mostrará aos desavisados da internet o quão são bons quando não têm que gastar UM TOSTÃO nem dispor de tempo real  para se dedicar, verdadeiramente, a essas causas!

Um conselho de graça: usem da empatia que deve existir em cada um, ou pelo menos deveria, se coloquem no lugar da pessoa da imagem - PENSEM - "eu gostaria de estar sendo mostrada(o) para o mundo inteiro com essa doença que me deixa horrível, com essa deformação que me faz sentir a pior das pessoas só por um "amém" ou por um sentimento de pena"?  Se a resposta for SIM, siga compartilhando - se a resposta for NÃO vá ao encontro dessa pessoa ou de algum familiar dela e faça algo de verdade - doe seu tempo e se puder, algum dinheiro (certeza que se sentirá muito melhor que quando ganha mil likes por compartilhar bizarrices)! 
Postar um comentário