9 de março de 2016

Aulas com "Seu Lunga", o homem mais ignorante que já viveu!

"Que Deus o tenha, Seu Lunga"!

Falecido em novembro de 2014, antigo residente em Juazeiro do Norte no Estado do Ceará, o Senhor de nome Joaquim dos Santos Rodrigues, mais conhecido como "Seu Lunga", consta como sendo o homem mais ignorante do mundo.  Pelo menos é o que dizem, todavia, ele próprio dizia que tudo que falavam era mentira.

Mentira ou não ele ficou conhecido assim!  

Idoso, com uma lojinha na cidade de Juazeiro, ele era ponto turístico. Pela manhã, quando chegava para abrí-la, já havia alguns curiosos a sua espera para especular e tirar fotos; de vez em quando apareciam até repórteres e emissoras de TV querendo entrevistá-lo.

Criticava a maioria dos modos de vida de hoje.  "Homem de cabelo comprido; gente com tatuagem; mulher que usa decote e shorts muito curtos, homossexualismo, todos estavam na mira de sua "língua afiada"".

Apesar de mal humorado era apreciador de poesia.  De vez em quando recitava algo de sua autoria para os fãs e entrevistadores.  

Toda essa fama rendeu-lhe frases na internet dizendo ser de sua autoria, mas como ele próprio sempre disse - tudo era mentira!

Abaixo, algumas das frases que, "supostamente", ele teria dito: (por site cabra da peste)

O funcionário do banco veio avisar:
- Seu Lunga, a promissória venceu.
- Meu filho, pra mim podia ter perdido ou empatado. Não torço por nenhuma promissória.


Seu Lunga entrando em uma agropecuária.-Tem veneno pra rato?
-Tem!, Vai levar? - Pergunta o balconista.
-Não, vou trazer os ratos pra comer aqui!!! responde seu Lunga.


Seu Lunga no elevador (no subsolo-garagem).Alguem pergunta: Sobe?
Seu Lunga:
-Não, esse elevador anda de lado.


Seu Lunga vai saindo da farmácia, quando alguém pergunta:Ta doente, seu Lunga?
- Quer dizer que seu fosse saindo do cemitério eu tava morto!!!


O cliente chega pra comprar um relógio na loja de seu Lunga.Pode tomar banho com esse relógio, seu Lunga?
- Ô corno! Isso é um relógio, não é um sabonete...


Seu Lunga dava uma bela surra no filho e o menino gritava:Ta bom, pai! Ta bom, pai! Ta bom, pai!
- Ta bom? Quando tiver ruim você me avisa, que eu paro.


O amigo de seu Lunga o cumprimenta:
- Olá, seu Lunga, ta sumido! Por onde tem andado?
- Pelo chão, não aprendi a voar ainda...


Seu Lunga sobe numa cadeira para trocar a lâmpada, mas perde o equilíbrio e cai de costas no chão. A sua filha vem correndo com um copo de água gelada na mão: Toma pai, toma!- Pra que essa água? Eu levei foi uma queda; eu não comi doce!


O telefone toca:Seu Lunga
- Alô!- Bom dia! Mas quem está falando?
- Você!


Durante a madrugada, a mulher do seu Lunga passa mal:
- Lunga! Ta me dando uma coisa...
- Receba!
- Mas é uma coisa ruim!
- Então devolva!!


Uma hora depois a mulher sente que vai morrer...
- Lunga! Eu to me indo!
- Quando sair fecha a porta!


Seu Lunga estava na sua casa com sede.
E manda seu sobrinho lhe trazer um pouco de leite.
Daí o pobre do garoto pergunta:
-No copo Seu Lunga?
E seu Lunga responde




- Não. Bota no chão vem empurrando com o rodo.

Os diálogos acima teriam sido proferidos por ele; no entanto há quem duvide, inclusive eu não creio muito que tenha sido ele a proferí-los, mas que é engraçado ahhh, isso é, além de muito conveniente.

entretenimento.ne10.uol
Quem nunca teria tido vontade de fazer o mesmo?  Dar uma resposta à altura da infeliz pergunta ou afirmativa?   

Sinceramente, eu mesma tenho vontade de proferir algo do tipo diariamente.  Se intolerância e falta de paciência à burrice alheia é doença, fazer o que - sou doente e sendo assim mereço respeito.

Quando você se dispõe a fazer qualquer coisa na vida onde terá que lidar com pessoas, a empatia (capacidade de se colocar no lugar do outro) tem que ser bem elevada senão a coisa não evolui.

No entanto, não acredito muito nessa coisa de empatia quando o assunto é "tolerância zero à burrice"!   Muita gente diz que tem tolerância a tudo, todavia torce o nariz ou dá rizadinhas irônicas na sua cara quando você não entende algo.  Nesses casos, não seria melhor dar uma resposta como essas do "Seu Lunga" do que, no interior, ou pelas costas, ficar dando rizadinhas e fazendo comentários maldosos sobre sua pessoa?

No ambiente de trabalho tem que se ter uma postura impecável nem que para isso você tenha que se privar de sua natureza.  

Agora se você é uma pessoa como Seu Lunga e, definitivamente, não consegue ser tolerante, faça como ele - abra sua própria empresa, seu próprio negócio e o que vier é lucro!  Quem gostar de você de verdade saberá entender essa sua forma de vida, essa sua natureza e evitará, a todo custo, fazer pergunta "besta"(ele dizia assim para respostas que estavam na cara)!  

Psiquiatras e Psicólogos, especialistas no assunto, dizem que esse "transtorno de humor" crônico pode ser considerado doença e tem como nome Distimia - portanto, você que está pronto para julgar alguém que age assim, com pouca paciência, com pouca tolerância é melhor rever seus conceitos. 

Infelizmente, eu mesma assumo ser portadora. Não é fácil segurar as palavras e a vontade de mandar todo mundo se lixar quando, repetidas vezes te fazem perguntas sobre algo que está na frente, que está "na cara", é só ler....!  No entanto, que fique claro: isso não tem nada a ver com ser violento(a)...,sou a pessoa mais pacífica do mundo, tenho até intolerância à violência (toda gente tem direito à vida, à segurança e a não ser violado em seus direitos humanos, jamais ser torturado - seja quem for)!

A mim, o que falta mesmo, como faltava a Seu Lunga, é paciência a pergunta "besta"!

Um viva para Seu Lunga e sua autenticidade!

Por Elane F. de Souza (Advogada e Autora deste Blog)

Postar um comentário