18 de fevereiro de 2016

Você realmente lê o que compartilha ou curte?

Uma coisa eu sempre soube: a maioria das pessoas que compartilham artigos e textos na internet não lê!  Eles dão uma “passada de olhos” no título, acham interessante ou polêmico e já se dão por satisfeitos, compartilhando e curtindo o que o amigo ou conhecido postou – talvez para agradar ou talvez para se mostrar intelectual, sei lá!  

Não imaginam que, dependendo do assunto ali tratado, em havendo crime, não só o autor será responsável; quem compartilhou e/ou curtiu também.  Serão, portanto, co-autores do crime que existir nas entrelinhas do texto.

Revistamktnews.com
Imagine se no texto houver difamação; calúnia; injúria; discriminação racial e religiosa; xenofobia; divulgação de segredo; atos obcenos; ameaças; incitação e apologia ao crime, etc?  Se você não leu e só compartilhou ou curtiu, literalmente, estará compartilhando da vontade que há no autor, do cometimento do crime.  

Essa mania de “ser sociável”, afável e amigável demais, só para acumular “amigos virtuais”, tem que ser repensada ou começar, no mínimo, a ter real gosto pela leitura.

Por que digo, com tanta veemência, que as pessoas não leem? 

Há algum tempo venho publicando textos de minha autoria com referências.  Antes eu fazia isso por meio de um portal (uma rede social de cunho mais jurídico – o nome é JusBrasil); tinha e ainda tenho um perfil lá (de momento eu o coloquei em inatividade), todavia ele existe e é só desejar que retorno com as publicações (tenho mais de 350 artigos escritos, em 9 meses de atividade).

Quando o referido perfil estava ativo publicava diariamente, isso fazia com que eu passasse longo tempo escrevendo (estava viciada em escrever e ler comentários - hahah); para me dedicar a algo mais tive que sair, temporariamente, pois era inviável seguir.  

Nessa época publicava os artigos e enviava ao Google Plus, ao meu Blog e ao Facebook.  Foi aí que comecei a notar uma coisa: a inatividade, a falta de movimentação no Blog.

A certeza de que isso se passava se deu quando saí do famoso portal JusBrasil e me dediquei, exclusivamente, a publicar artigos no referido Blog.  

No google plus (G+) e no Facebook os meus textos eram compartilhados e compartilhados, além de curtidos e marcados com +; no entanto, não havia movimentação.  Se houvesse uma leitura ela apareceria.  Para isso existe um controle de visitação nos Blogs (quem tem um sabe), além dele também podemos analisar e controlar por meio do Google Analytics, ferramenta que a maioria dos blogueiros possuem, justamente, para controlar o acesso.

Para falar a verdade até já pensei em publicar um texto com um título impactante, que chamasse a atenção, todavia ele seria um monte de palavras desconexas, sem sentido, chingamentos, discriminações, uma bagunça só!  Deveria aproveitar para mandar o leitor para a “PQP”,  só para ter uma ideia de quantos, realmente, teriam lido ou dos que, simplesmente, teriam compartilhado e curtido sem ter a mínima noção do que se tratava.   

Esse seria um bom teste do nível de leitura dos que passam o tempo a compartilhar e curtir coisas (seria um "texto isca", mas não é muito justo...hahahah...melhor não!) .

Autoria: Elane F. de Souza (Advogada e Autora deste Blog)
Figura/Folder: créditos revistamktnews.com



Postar um comentário