30 de outubro de 2015

Manifesto intitulado "Paralisa - chega de corrupção", realisar-se-á em Manaus, neste sábado 31, às 07hs

Um manifesto intitulado "paralisa" realizar-se-á no dia 31 de outubro do corrente ano na Capital do Amazonas. A cidade de Manaus ficará "literalmente" paralisada a cada 20 minutos da manifestação quando tocará um sino e por 1 minuto os manifestantes ficarão paralisados em protesto a corrupção nacional.
O grupo denominado "por amor", que organiza o manifesto, faz questão que ele seja apartidário. Coisa que a maioria deveria parabenizar pois a corrupção assola o país como um verdadeiro "mar de lama" e não é mais questão de partido nem ideologia política.
Manifesto intitulado Paralisa - chega de corrupo em Manaus neste sbado 31 s 07hs
Todos, sem distinção estão, de alguma forma, envolvidos. Quando não o partido todo um e outro membro está envolvido em corrupção. Portanto é melhor que seja assim. A única bandeira que deverá ser levantada durante o movimento deve ser a da "neutralidade".

Mais sobre o Manifesto e o Grupo "Por Amor"

"Queremos demonstrar o impacto que a corrupção tem na economia, nos investimentos em áreas essenciais, como a saúde e a educação. Então a mobilização quer mudar a maneira como as pessoas enxergam a política. A corrupção está em toda a sociedade. Se o problema fosse um grupo ou um partido seria fácil, era só tirar esse partido do poder. Mas há um problema maior que tem a ver com a visão que as pessoas têm sobre os valores da vida em sociedade. A corrupção é talvez o problema mais nocivo para o País”, afirma Fabiana Andrade, coordenadora do grupo Por Amor.
Na ocasião, também serão coletadas assinaturas dos participantes para o projeto “10 medidas contra a corrupção”, criado pelo Ministério Público Federal (MPF), com o intuito de prevenir e reprimir a corrupção com punições mais severas. As assinaturas são um importante instrumento de apoio à aprovação das medidas no Congresso Nacional.
Criado no fim de 2014 por estudantes e profissionais de diversas áreas, o grupo tem prestado serviços gratuitos na periferia de Manaus e em municípios da Região Metropolitana. Nas últimas ações, as ênfases foram os atendimentos médicos, odontológicos, jurídicos, distribuição de alimentos e remédios, atividades com crianças e uma manifestação na Ponta Negra contra a série de homicídios que resultou em mais de 35 mortes na capital, no período de uma semana.
Todas as ações aconteceram em áreas carentes do Estado, como na Vila do Engenho (estrada do Novo Remanso), no distrito de Cacau Pirêra (Iranduba), e em bairros como Redenção e Jorge Teixeira. O grupo também foi responsável pela realização do ato “Grito de Paz”, realizado dia 2 de agosto, no Anfiteatro da Ponta Negra.
Fonte: Difusora24h e Por Amor
Colaboração e informação do evento por Marcelo Almeida de Manaus
Comentários por Elane Souza
Elane Souza Advocacia & Consultoria Jurídica
Advogada
Advogada em Recife-PE e Caucaia-CE, pós graduada em Direito de Família além disso, uma eterna estudante do Direito e concurseira. Atuante nas áreas de Direito de Família , Administrativo e Penal (preferencialmente). sitee: http://endireitandoasideias.blogspot.com.br/ e http://endireitando-o-p...

Postar um comentário